Hor?rio de atendimento: das 08h às 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta

Telefone: (63) 3228.8000

Exames

Atualmente o Hospital Otorrino de Palmas e Especialidades empreende esforços e investimentos, disponibilizando serviços e equipamentos especializados na área de Otorrinolaringologia, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Plástica Facial, Dermatologia, Reumatologia, Ginecologia, Mastologia, Neurologia, Cardiologia e em breve Pediatria. Exames de Imagem e Laboratório com qualidade, eficácia e confiabilidade. A Instituição vem atuando com profissionalismo por meio de seus colaboradores com intuito de satisfazer o cliente, oferecendo um atendimento diferenciado, qualificado e moderno.

Vejam alguns dos exames que realizamos aqui

  • Exames e Procedimentos
  • Videolaringoscopia
  • Videoestroboscopia da Laringe
  • Videoendoscopia Nasal
  • Cirurgia Videoensdoscópica Nasal
  • Cirurgias de Ouvido
  • Cirurgias de Garganta, Ronco e Apneia do Sono
  • Testes Alérgicos e Vacinas
  • Polissonografia Domiciliar
  • Rinomanometria Computadorizada (Avaliação de Nariz Entupido)
  • Otorrinopediatria
  • Otorrinolaringologia para o idoso
  • Avaliação de Tonturas / Labirintites

Saiba mais

O exame de PEATE (Potencial Evocado Auditivo do Tronco Encefálico), também conhecido como BERA (Brainstem Evoked Response Audiometry), tem como objetivo examinar a integridade das vias auditivas, desde a orelha interna até o córtex cerebral. Com base neste exame, é possível determinar se existe ou não perda auditiva, e caso exista, se ela está relacionada com lesões na cóclea, no nervo auditivo ou no tronco encefálico.

Esse exame tem como finalidade avaliar o Sistema Vestibular (o Labirinto), que é responsável pelo equilíbrio corporal, e sua correlação com o ouvido e o sistema central.

É composto por diferentes provas e tem como objetivo determinar a presença ou não da Labirintopatia/Labirintite, como é popularmente conhecida.

É indicado em caso de tonturas, vertigens, náuseas, zumbido, perda auditiva etc.

Requer um preparo de 48h antes do exame, suspendendo-se alguns medicamentos, alimentos e bebidas, que é passado ao paciente na marcação do exame.

VÍDEO FRENZEL COM O EQUIPAMENTO SVNC - SISTEMA COMPUTADORIZADO PARA VIDEONISTAGMOSCOPIA.

O SVNC é o primeiro equipamento com tecnologia digital, desenvolvido na América Latina, para a realização de videonistagmoscopia por infravermelho.

A técnica é conhecida também como “Vídeo Frenzel Digital” e atua como ferramenta auxiliar do exame otoneurológico, permitindo visualizar, registrar e reproduzir a movimentação ocular do paciente. Entre as suas principais aplicações estão o diagnóstico da vertigem postural paroxística benigna (VPPB), a detecção de nistagmos em qualquer direção (incluindo rotatório e com eixos diagonais), visualização de nistagmos posicionais, rotatórios, pós-calóricos e de Dix Hallpike.

É indicado pra pacientes com queixa de tonturas/vertigens de posição.

O Potencial Evocado Miogênico Vestibular (VEMP) vem sendo empregado como exame complementar em estudos otoneurológicos. É um exame moderno, para avaliação dos diferentes tipos de labirintite, não invasivo, sem necessidade de colocar água e ar nos ouvidos e totalmente computadorizado.

O exame do Potencial Evocado Miogênico Vestibular é um método de avaliação cujo objetivo visa o diagnóstico preciso das mais variadas desordens vestibulares, além do diagnóstico de outras disfunções do ouvido interno (como neurite, herpes zoster oticus, Schwannoma e síndrome da deiscência do canal semicircular superior, entre outras) e, também de possíveis lesões vestibulares centrais, das quais se destacam a enxaqueca basilar, a degeneração espinocerebelar, o tumor de ângulo pontocerebelar, a esclerose múltipla e o acidente vascular encefálico.

O exame VEMP tem sido visto pela comunidade científica como um excelente aliado para complementar o diagnóstico de muitas patologias vestibulares, como as destacadas anteriormente. Exame indolor e não invasivo.

Método de diagnóstico de rápida realização, complementar ao processamento auditivo central. Avalia a função das áreas relacionadas com a cognição (capacidade de entendimento e processamento dos sons), memória e atenção auditivas.

Importante na avaliação de crianças com déficit de atenção, dificuldades escolares, deficiência de aprendizado, hiperativas que muitas vezes também indicam não estar entendendo o que está sendo falado a elas, também em idosos com dificuldade de compressão dos sons e na área da neurologia tem aplicação no estudo de demência, com finalidade diagnóstica e de acompanhamento do tratamento. Exame indolor e não invasivo.

A Eletrococleografia avalia as respostas evocadas através da estimulação auditiva, para verificar a função da orelha interna, nervo auditivo e se há indícios de hipertensão dos líquido labirínticos (cóclea).

Exame indicado para pacientes com diferentes causas de tonturas, pressão no ouvido, zumbido, tinitus, plenitude auricular, dentre outros.

Auxilia na investigação e diagnóstico de doença de Ménière e hidropsia endolinfática (hipertensão dos líquidos labirínticos) que costuma se manifestar por crises de vertigem acompanhada muitas vezes por perda auditiva e pressão no(s) ouvido(s). Exame indolor e não invasivo.

É o exame fundamental da avaliação audiológica, é um exame que avalia a capacidade do paciente para ouvir sons, tem como objetivo determinar os limiares de audibilidade. Sendo o para detectar a existência da perda auditiva em crianças ou adultos.

O exame não requer preparo e nem suspensão da medicação em uso, somente trabalhadores que ficam expostos a ruído deve ter tido repouso audítico de 12 horas. É um exame indolor e realizado pelo fonoaudiólogo.

Este exame é utilizado na rotina audiológica por ser um exame objetivo, rápido e sem dor.Também chamada de impedanciometria, tem por finalidade avaliar o funcionamento das estruturas (membrana timpânica, ossículos, etc) da orelha média e da tuba auditiva. Pode ser divido em três etapas: timpanometria, compliância e pesquisa do reflexo estapédico.

É um exame de triagem auditiva que pode detectar precocemente se o bebê tem algum problema de audição, que poderão interferir no desenvolvimento futuro da linguagem do bebê. Qualquer bebê recém-nascido pode apresentar um problema auditivo no nascimento ou adquiri-lo nos primeiros anos de vida. Isto pode acontecer mesmo que não haja casos de surdez na família ou nenhum fator de risco.

O teste da linguinha é um exame padronizado que possibilita diagnosticar e indicar o tratamento precoce das limitações dos movimentos da língua causadas pela língua presa que podem comprometer as funções exercidas pela língua: sugar, engolir, mastigar e falar. O protocolo de avaliação do frênulo da língua em bebês (Teste da Linguinha) foi desenvolvido e validado durante o mestrado e doutorado da Fonoaudióloga Roberta Lopes de Castro Martinelli na Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo, sob a orientação da Profa. Dra. Giédre Berretin-Felix.

Ao ser diagnosticada perda auditiva no paciente são realizadas as devidas orientações e encaminhados para realização de teste com aparelhos auditivos.

Quando detectado a perda auditiva que tem indicação do implante coclear, após a cirurgia a adaptação é realizada com a Fonoaudióloga.

A consultoria em amamentação pode ser realizada no consultório, no hospital ou no domicílio, de acordo com as necessidades da mulher. É só realizar o agendamento previamente, informando o local em que a mãe deseja ser atendida. É importante sempre agendar um horário anterior à mamada. Faz a orientação, intervenção e estimulação necessária para o Aleitamento Materno ser efetivo.